Sólida infra-estrutura e advogados
            especializados na área previdenciária.

Lesões da Voz e o INSS
O assunto hoje interessa a todos os professores, locutores, telefonistas, vendedores... Enfim, todas as pessoas que fazem da voz a sua ferramenta de trabalho.
Saiba +
Artigos

Benefício em Extinção
Publicado no Jornal Comércio da Franca do dia 23/05/2014, Seção Opinião e Debates, pág. 02 (disponível também em http://www.gcn.net.br/noticia/251535/opiniao/2014/05/beneficio-em-extincao )
Escrito por: Tiago Faggioni Bachur. Colaboração de Fabrício Barcelos Vieira. Advogados e professores especialistas em Direito Previdenciário



Há um benefício pago pelo INSS que tem por objetivo auxiliar os trabalhadores de baixa renda na manutenção das necessidades básicas de seus filhos, tais como educação, alimentação etc. 
 
Esse benefício se chama salário-família. É pago para quem é empregado, trabalhador avulso e aposentado que possua baixa renda e tenha filhos (ou equiparados) menores de 14 anos ou inválidos. 
 
Pode ser pago, ao mesmo tempo, para o pai e para mãe, e pelo mesmo número de filhos, se ambos cumprirem os requisitos legais.
 
Para o empregado, embora o pagamento seja efetuado pela empresa juntamente com o salário, posteriormente, o empregador terá o direito de reembolsar-se do valor adiantado ao funcionário, efetuando a compensação quando do recolhimento das contribuições sociais devidas à Previdência Social, sobre a folha de pagamento.
 
Contudo, esse benefício está em extinção. Não é apenas pelo valor ínfimo que é pago pelo número de filhos, mas também pelas condições financeiras para recebê-lo. 
 
Desde janeiro de 2014, o valor do salário-família é de R$ 35 por filho de até 14 anos incompletos ou inválido, para quem ganha até R$ 682,50. 
 
Já quem recebe de R$ 682,51 até R$ 1.025,81, o valor do salário-família por filho de até 14 anos de idade ou inválido de qualquer idade é de R$ 24,66.
 
Se o salário mínimo atual é de R$ 724 (e, em regra, ninguém pode receber menos do que isso, salvo se tiver jornada de trabalho menor), fica quase impossível encontrar alguém que receba tal quantia. Assim, na maioria dos casos, o valor do salário-família será de R$ 24,66 a cada filho. Isso se deve à forma pela qual é reajustado tal benefício. A continuar da forma que vai, esse benefício deixará de existir. em pouco tempo. 
 
Por outro lado, será que com essa quantia paga por filho, pode, realmente, o benefício cumprir seu papel social, assegurando ao trabalhador de baixa renda e à sua família as condições para o qual foi criado? (Fonte: www.bachurevieira.com.br)
 
Tiago Faggioni Bachur
Colaborou Fabrício Barcelos Vieira, advogados especialistas em Direito Previdenciário 

------------------------------

Em JUNHO: O livro mais esperado de Direito Previdenciário chega às LIVRARIAS!




O Livro mais esperado do professor TIAGO FAGGIONI BACHUR finalmente chega às livrarias a partir da segunda quinzena deJUNHO/2014SUPER MANUAL PRÁTICO DO DIREITO PREVIDENCIÁRIO (Ed. Lemos & Cruz).

O livro, que era aguardado para o segundo semestre de 2013, teve seu lançamento adiado, pois as novidades ocorridas recentemente (como a aposentadoria dos portadores de deficiência, novas regras do salário maternidade, posição do STF em relação à decadência, etcnão poderiam ficar fora dessa brilhante obra.

 

- INÉDITO;


- MAIS DE 1.600 PÁGINAS;


- DICAS E TESES NOVAS;


- BENEFÍCIOS PAGOS PELO INSS (aposentadorias, auxílios, salários, LOAS, etc)


- BENEFÍCIOS ESPECIAIS DO INSS (talidomida, seringueiro, aeronauta, etc)


- DESAPOSENTAÇÃO e DESPENSÃO;


- Processo Administrativo e Judicial Previdenciário;


- Perda e Manutenção da Qualidade de Segurado;


- MODELOS DE PETIÇÃO;


- Capítulo Especial com as NOVIDADES PREVIDENCIÁRIAS (Aposentadoria do Portador de Deficiência; Novas regras do salário maternidade para o homem; Posição do STF em relação a Decadência; etc)


- Acompanha CD contendo modelos de peças; link para a principal jurisprudência e legislação atualizada; programa de cálculo de tempo e fator previdenciário; etc


- isso tudo E MUITO MAIS!


 

Acompanhe nossos informativos e Aguarde!!!

Logo, mais novidades...



BACHUR & VIEIRA - advogados


acesse: www.bachurevieira.com.br
Escritório: Rua Couto Magalhães, 1846 e 1850 - CEP 14.400-020 - Fone (16) 3403.3468 e 3025-0503 - Franca/SP


Mantenha-se informado em tudo o que acontece na área previdenciária. Acessewww.bachurevieira.com.br.
Notícias previdenciárias atualizadas diariamente!






Voltar


Rua Couto Magalhães, nº 1846 e nº 1850
Centro - Franca/SP - CEP 14400-020
Fone (16) 3403-3468 - 3025-0503

Todos os direitos reservados
Desenvolvido por