Sólida infra-estrutura e advogados
            especializados na área previdenciária.

Lesões da Voz e o INSS
O assunto hoje interessa a todos os professores, locutores, telefonistas, vendedores... Enfim, todas as pessoas que fazem da voz a sua ferramenta de trabalho.
Saiba +
Artigos

Doença X Incapacidade
Publicado no Jornal Comércio da Franca do dia 14/11/2014, Seção Opinião e Debates, pág. 02 (disponível também em http://gcn.net.br/noticia/270496/opiniao/2014/11/doenca-x-incapacidade)
Escrito por: Tiago Faggioni Bachur. Colaboração de Fabrício Barcelos Vieira. Advogados e professores especialistas em Direito Previdenciário



Doença e incapacidade não são a mesma coisa para a Previdência Social. Um segurado pode estar doente, mas não estar incapacitado para o trabalho. 
 
Doença é o conjunto de sinais e sintomas específicos que afetam o ser vivo, alteram o estado normal de saúde e provocam distúrbios de funções físicas e/ou mentais. Pode ser causada por fatores externos (do ambiente) ou internos (do próprio organismo). 
 
Sob foco previdenciário, a incapacidade que se analisa é somente a relacionada ao trabalho ou atividades habituais às quais o indivíduo está qualificado. 
 
Dessa forma, incapacidade é a impossibilidade de desempenho das funções específicas de atividade ou ocupações, em consequência de alterações morfopsicofisiológicas provocadas por doença ou acidente. 
 
O risco de vida para si ou terceiros, ou de agravamento que atividade laboral possa acarretar está implicitamente incluído no conceito de incapacidade, desde que palpável e indiscutível.
 
Quando alguém passa por perícia no INSS ou na Justiça, o que o perito verifica não é se o cidadão tem ou não doença, ou se possui alguma lesão (até porque a documentação médica que o segurado porta nestas ocasiões  costuma demonstrar isso) e sim, se aquele indivíduo consegue (ou não) trabalhar, ou exercer suas funções/atividades apesar de doente ou lesionado. 
 
Isso tem que ser verificado em amplo sentido, observando-se, inclusive, condições subjetivas como idade, sexo, atividade, escolaridade etc.
 
Em outras palavras, não é porque a pessoa tem diabetes, que também está inapta ao trabalho. 
 
Há quem tenha a mesma doença e trabalhe com adequação. Contudo, se em razão da doença a pessoa não consegue trabalhar (a pressão pode se manter alta, ou a visão ficar turva, ou os membros incharem, a exemplo), estará incapacitado laboralmente, e se torna candidato a algum benefício do INSS. Em caso de dúvida, procure especialista.
 
-------
Tiago Faggioni Bachur
Colaborou Fabrício Barcelos Vieira, advogados especialistas em Direito Previdenciário

------------
ESTÁ CHEGANDO...






Acompanhe nossos informativos e Aguarde!!!

Logo, mais novidades...



BACHUR & VIEIRA - advogados


acesse: www.bachurevieira.com.br
Escritório: Rua Couto Magalhães, 1846 e 1850 - CEP 14.400-020 - Fone (16) 3403.3468 e 3025-0503 - Franca/SP


Mantenha-se informado em tudo o que acontece na área previdenciária. Acesse www.bachurevieira.com.br.
Notícias previdenciárias atualizadas diariamente!





Voltar


Rua Couto Magalhães, nº 1846 e nº 1850
Centro - Franca/SP - CEP 14400-020
Fone (16) 3403-3468 - 3025-0503

Todos os direitos reservados
Desenvolvido por